Miraguaia

Distribuição Geográfica

Regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul (do Amapá ao Rio Grande do Sul). Mais comum nas regiões Sudeste e Sul.

Descrição

Peixe de escamas; corpo alongado, um pouco achatado; focinho obtuso e reto em sua parte anterior, boca inferior. A coloração do dorso varia de cinza a marrom escuro ou preto, o ventre é mais claro. Os jovens são mais claros e apresentam 4-5 faixas escuras verticais, que se confundem com a cor geral, cada vez mais escura à medida que crescem. Alcança 1,7m de comprimento total e 50kg.

Ecologia

Espécie costeira; vive sobre fundo de areia, lodo ou cascalho, principalmente em áreas estuarinas próximas a rochas e em canais. Alimenta-se de moluscos, principalmente mariscos, crustáceos e peixes. Migra para águas mais quentes durante o inverno, época da reprodução, quando pode ser encontrada junto a costões rochosos. Os juvenis entram freqüentemente nos estuários. É um peixe muito esportivo, corre e briga muito. Geralmente a carne é infestada de vermes, fazendo com que seja importante comercialmente apenas em algumas regiões.

Equipamentos

Equipamento do tipo pesado/médio pesado com carretilha/molinete para 300m de linha; linhas entre 30 e 80 libras e anzóis de n° 4/0 a 7/0.

Iscas

Iscas naturais, como mariscos, caranguejos, moluscos, camarões e tatuís.

Dicas

É necessário muita atenção na pescaria, porque, apesar do grande porte, a ferrada desse peixe é muito sutil.