Piavuçu

Nome Popular: Piavuçu.
Nome Científico: Leporinus macrocephalus.
Família: Anostomidae.
Distribuição Geográfica: Bacia do Prata.

 

Descrição:
Peixe de escamas; corpo curto e grosso; boca grande e terminal. A coloração é cinza escuro, principalmente por causa da borda lateral escura das escamas. Indivíduos jovens podem apresentar barras transversais nos flancos; os adultos apresentam três manchas escuras, alongadas verticalmente, sendo a mais posterior algumas vezes difusa; indivíduos muito grandes não apresentam barras nem manchas. Alcança 60cm de comprimento total.

Ecologia:
Espécie onívora, com tendência a herbívora; pode ser capturada na beira e no canal dos rios, nas baías e a jusante de quedas dágua, principalmente nas proximidades da vegetação. No Pantanal, proporciona muita emoção nas pescarias de barranco.

Equipamentos:
Varas de ação média com carretilha/molinete; linhas de 12 a 14 lb.; anzóis até o n° 2/0; e, chumbada leve. Nas pescarias de barranco recomenda-se o uso de vara de bambu.

Iscas:
Minhocuçu, caramujo, caranguejo, milho e bolinhas de massa de farinha.

Dicas:
Principalmente quando se pesca com caranguejo, o piavuçu tem o costume de beliscar a isca por partes, sem pegar muito firme. Por esse motivo, o pescador tem que ficar muito atento ao momento certo de fisgar.